Hérnia de Disco - Tratamento com Acupuntura e Fitoterapia Chinesa

Quando realizamos nossas atividades diárias como ficar em pé ou ao sentarmos, a água existente nos discos da coluna é pressionada para fora pelo peso do corpo (pressão gravitacional), retornando para os discos durante o sono.

Em indivíduos jovens, os discos contêm maior concentração de água e menos gordura. Na medida em que envelhecemos, o conteúdo de água dos discos diminui e estes ficam mais finos, por isso que as pessoas, quando idosas, ficam mais baixas.

Quando a musculatura dorsal está tensa ou retesada a flexibilidade da coluna é diminuída e o retorno da água aos discos é limitado, e às vezes até impedido.

Certa degeneração do disco faz parte do processo inevitável de envelhecimento e normalmente não causa dor. No entanto, um disco herniado pode causar dor decorrente de anormalidade anatômica e irritação química.

Tanto os discos herniados quanto os discos profusos (deslocados) quase sempre são ocasionados pela má postura por tempo prolongado, músculos dorsais frágeis, lesões ligamentares, degeneração dos componentes vertebrais e gravidez.

A realização de atividades que são fisicamente muito exigentes ao corpo, é a causa da maior parte dos casos de discos herniados em indivíduos entre 35 e 50 anos. Os discos começam a degenerar depois da meia-idade devido ao processo contínuo da perda de água nos mesmos. Após os 50 anos, a maior parte das pessoas apresenta algum grau de degeneração em 90% dos discos.

O movimento excessivo e não fisiológico da unidade funcional da coluna, especialmente a rotação (torção), prejudica as fibras anelares, causando estreitamento do canal vertebral que afeta as múltiplas raízes nervosas na região.

Os nervos irritados causam dor e inflamação nos músculos e em outros tecidos moles. A dor constante, por sua vez, causa tensão muscular, que resulta em redução da circulação sanguínea no local e aumento do processo de degeneração.

A Acupuntura e a Fitoterapia Chinesa têm como objetivo principal equilibrar a Energia Vital (Qi) do corpo, que foi desequilibrado por exemplo, por uma Hérnia de disco.

A Acupuntura promove o equilíbrio utilizando a aplicação de agulhas finíssimas e apropriadas em pontos que funcionalmente, coincidem com o diagnostico especifico do paciente, e que se encontram sobre os "Meridianos", ou canais por onde passa a nossa energia.

A Fitoterapia, promove o equilíbrio utilizando o principio ativo de plantas medicinais, cujas propriedades coincidem com o quadro de síndromes trazido pelo diagnostico clinico do paciente.

Em outras palavras, a acupuntura equilibra gerando estímulos que são transmitidos pelas terminações nervosas até o sistema nervoso central e desencadeiam alterações bioquímicas poderosas contra a dor. A inserção de agulhas restaura ou melhora a circulação sanguínea local e induz uma reação anti-inflamatória que ajuda a reduzir o ritmo do processo degenerativo do disco, além de proporcionar relaxamento da musculatura adjacente;

A Fitoterapia Chinesa equilibra promovendo nutrição, formação de líquidos corporais (sangue, suor, lagrimas, colágeno, cartilagem), restabelecendo a função energética de órgãos que sofrem de deficiência ou excesso de energia muitas vezes ocasionado pela cronicidade da doença. Os músculos tensos são relaxados e a circulação de sangue é restabelecida promovendo um aumento na quantidade de nutrientes e suprimentos de oxigênio no local, tais substâncias irão remover os resíduos metabólicos, ativando a regeneração dos tecidos lesados.

Utilizando-se as duas terapias simultâneas, diminuímos o número de sessões de acupuntura e, tornamos o tratamento mais eficaz, aumentando o tempo de retorno dos sintomas.

Vale ressaltar que o tratamento da Hérnia de Disco utilizando Acupuntura e/ou Fitoterapia Chinesa não curam totalmente o problema, mas atuam como uma terapia complementar, promovendo a redução e/ou alivio total das dores nas costas, muitas vezes evitando a necessidade de intervenção cirúrgica, além de permitir que a pessoa exerça suas atividades diárias normalmente.