Tratando Miomas Uterinos com Acupuntura e Fitoterapia Chinesa

Segundo a Medicina Ocidental, Miomas uterinos são tumores não cancerosos do útero, que muitas vezes aparecem durante a idade fértil. Os miomas uterinos não estão associados a um risco aumentado de câncer de útero e quase nunca se transformam em câncer. Esse tumor benigno atinge cerca de 50% das mulheres na faixa etária dos 30 aos 50 anos.

Também chamado de fibroide uterino, o mioma se desenvolve a partir do tecido muscular liso do útero (miométrio). Uma única célula se divide repetidamente e desenfreadamente, até criar uma massa distinta dos tecidos próximos. Os padrões de crescimento de miomas uterinos variam, podendo se desenvolver de forma lenta, rapidamente ou permanecer do mesmo tamanho.

Segundo a Medicina Tradicional Chinesa, mioma é uma manifestação da estase do Sangue do Fígado; quando o Qi do Fígado estagna por um longo período, o Sangue do Fígado se torna estagnado, formando massas no organismo.

A Acupuntura e a Fitoterapia chinesa tratam o mioma de forma natural, independentemente da idade do paciente (idosos, jovens ou crianças).

Em 90% dos casos de tratamento com Acupuntura e Fitoterapia, o mioma desaparece ou, diminui consideravelmente, anulando a hipótese de cirurgia. O tratamento (seleção de pontos de acupuntura e Ervas Medicinais) e tempo de tratamento com Acupuntura e Fitoterapia depende da cronicidade ou agudez do Mioma, que na Medicina Chinesa, somente será possível conhecer com a realização do diagnostico (anamnese, observação de pulso e língua) do paciente, que antecede a primeira sessão do tratamento.